Projeto CLEC – Centros Locais de Educação Comunitária


Atuação do grupo de cidadãos ativos da Freixofeira

Atuação do grupo de cidadãos ativos da Freixofeira, no dia 26 de novembro, na Casa do Povo do Turcifal, festa de angariação de fundos do Grupo Missionário LIAM

Ver mais

Atuação no dia 28 de novembro no Lar da Nossa Senhora da Ajuda, no Ramalhal. Muito gratificante para ambas as partes , em que todos saímos a ganhar.

Todos manifestamos a nossa gratidão, por nos apresentar este tão belo projeto, que continuamos a oferecer à população com novas atividades nas quais incluímos todas as idades ,tendo como objetivo principal a intergeracionalidade. Estamos a comemorar o primeiro ano de existência, cheio de atividades ,quer semanais, festas, workshops, colaboração com os nossos parceiros, A Freixofeira deixou de fazer parte de uma aldeia fantasma /adormecida, para uma população ativa anciosa sempre pelas nossas ações. Estamos prontos para continuar cheios de orgulho e vontade e todos de parabéns, bem haja ao koracao de Malaca.

Lina Laureano Maia


Encontro intergeracional Cultura e Cidadania no Ameal com José Fialho Feliciano

No dia 15 de outubro teve lugar mais um encontro intergeracional Cultura e Cidadania, na sede do Centro Social Cultural Recreativo e Desportivo do Ameal, freguesia do Ramalhal, numa iniciativa promovida pela associação Coração em Malaca, liderada por Luísa Timóteo, apoiada pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Fundação Bissaya Barreto.

Fotografia: Joaquim Ribeiro

A sessão de sensibilização à comunidade contou com a presença de mais de duas dezenas de pessoas, de várias idades, cumprindo o objetivo de juntar indivíduos de diferentes gerações à volta da discussão e convívio entre si.
O convidado foi José Fialho Feliciano, professor universitário de Ciências Sociais, natural do Ameal, de onde partiu há 58 anos para estudar e prosseguir a sua vida académica. Hoje, que já ultrapassou os 80 anos, afirma continuar a estudar muitas horas por dia.
Antes da palestra, Luísa Timóteo fez um breve resumo da atividade recente destes encontros intergeracionais, como os jantares que juntam jovens e idosos, ou a participação no projeto internacional Active Citizens Fund, que já envolveu cerca de 90 jovens e 140 idosos. Este programa Cidadãos Ativos pretende dar mais atividade às aldeias, com forma de combater o isolamento dos mais velhos, explicou Luísa Timóteo.
José Fialho Feliciano começou por referir que há 47 anos que não falava em público na sua terra natal, o Ameal. Mas, apesar de ter saído “para o mundo”, não esquece nomes e alcunhas de quem conheceu na aldeia que o viu nascer, vizinhos de antigamente e memórias que vão ficando. E para que essa memória não se apague, falou de uma recolha que tem andado fazer de nomes e apelidos de pessoas nasceram no Ameal nos últimos 25 anos do século XIX, “que eram os idosos do meu tempo”.
Para o antropólogo, o ser humano tem três necessidades básicas: alimentação, segurança e reprodução. Mas entretanto “criámos necessidades novas, como a economia, a política, as interações sociais, a cultura e a linguagem e sobretudo a colaboração”.
Citando uma investigação do padre Fernando Félix dos Santos, lembrou que o Ameal era a aldeia dos pobres, por isso muitos emigraram. Mas, “as comunidades vão continuar, porque o homem é um ser social, as regras é que vão mudar e não sabemos ainda quais vão ser, vivemos um tempo em profunda mudança”. Para o investigador, “as identidades são cada vez mais planetárias”, uma vez que “a família, a religião e os sindicatos estão a perder a sua importância e isso está a desagregar toda a nossa vida e é preciso repensar a reformular as instituições”. Destacou a importância da colaboração nesse processo, para a qual é necessária confiança, até porque “as comunidades precisam de vida associativa para sobreviver”.
A terminar, José Fialho Feliciano deixou algumas propostas: continuar a recolha dos nomes de todos os habitantes do Ameal desde o último quartel do século XIX e fazer uma caracterização social da aldeia no presente. Tarefas que se adequam na perfeição à colaboração intergeracional.

Os nossos agradecimentos ao jornal Badaladas pela reportagem e divulgação deste evento.

A notícia está originalmente publicada no Jornal Badaladas, edição nº 3539, de 3 de novembro 2023, página 5, ou pode ser lida na página de Facebook do jornal:

Badaladas – Encontro intergeracional Cultura e Cidadania no Ameal… | Facebook

Grupo Cidadãos Ativos da Freixofeira

O grupo Cidadãos Activos da Freixofeira continua com as suas atividades, sempre voltadas para um encontro intergeracional, onde os mais idosos partilham com os mais novos e vice-versa.

Este trimestre apostamos em workshops, a aderência tem sido muito boa.

No passado dia 14 de outubro realizámos um workshop de sabonetes, dado pela nossa cidadã Rute Passos, teve participantes dos 12 aos 87 anos, com muito entusiasmo de todos pelos belos presentes que fizeram já em preparação do Natal.

Grupo Cidadãos Ativos da Freixofeira

O grupo Cidadãos Activos da Freixofeira continua com as suas atividades, sempre voltadas para um encontro intergeracional, onde os mais idosos partilham com os mais novos e vice-versa.

As Equipas são constituídas por idades compreendidas entre os 12 e os 87 anos.

Este trimestre apostamos em workshops, a aderência tem sido muito boa. A 23 de Setembro tivemos a confeção de cozinha saudável, com a colaboração da Sofia Pais tendo participantes dos 10 aos 69 anos. Houve grande entusiasmo pelos conhecimentos adquiridos sobre o valor dos alimentos e a sua confeção, daí ter ficado já agendado para janeiro a repetição pois as inscrições não param de surgir.

Grupo Cidadãos Ativos da Freixofeira

O grupo Cidadãos Ativos da Freixofeira continua com as suas atividades, sempre voltadas para um encontro intergeracional, onde os mais idosos partilham com os mais novos e vice-versa.

As Equipas são constituídas por idades compreendidas entre os 12 e os 87 anos. Este trimestre apostamos em workshops, a aderência tem sido muito boa. Demos início a 16 de setembro com workshop de Macramé dado pela Maria João Gomes cujo resultado foi espetacular, sendo solicitado um segundo encontro, realizado pela mesma autora no dia 15 de outubro com nova equipa

Grupo Cidadãos Ativos da Freixofeira

No dia 03 de dezembro de 2022 foi assinado um Protocolo de Parceria entre a Associação Cultural Coração em Malaca (ONGD) e o Grupo Cidadãos Ativos da Freixofeira.

A Associação Cultural Coração em Malaca, apoia e promove uma estreita cooperação com o Grupo de Cidadãos Ativos da Freixofeira, em defesa das ações em prol do envelhecimento ativo, promovendo a integração da cidadania e envolvimento da população idosa na comunidade.

O Grupo Cidadãos Ativos da Freixofeira, pretende criar um movimento solidário assegurado pela população local, numa perspetiva intergeracional ide voluntariado, com vista à dinamização de várias atividades em prol dos idosos, contribuindo para o combate ao isolamento e solidão, proporcionando atividades conjuntas de forma a “preencher” rotinas de convívio e de partilha valiosa de saberes entre a comunidade local.

Como contrapartida do presente protocolo, a Associação Cultural Coração em Malaca (ONGD) e o Grupo de Cidadãos Ativos da Freixofeira, garantem a divulgação no site www.coracaomalaca.org bem como nas redes sociais e imprensa, do logotipo de todas as instituições sociais e empresas solidárias com este projeto.

Protocolo Clínica Oftalmológica

A Clínica Oftalmológica Dr. José Henriques e Dra. Filomena Pinto, Lda tem o prazer de anunciar que a partir de 1 de dez de 2022 é parceira da ONG CORAÇÃO DE MALACA e participa no projeto de cidadania e reforço da coesão social e envelhecimento ativo da população maior do concelho de Torres Vedras.
Para o efeito os membros da ONG/associação CORAÇÃO DE MALACA, bem como do seu cuidador quando acompanham o doente, poderão usufruir de um desconto de 10% na Consulta de Oftalmologia se não beneficiarem já de desconto ou plano de saúde de alguma seguradora.
Os membro da Coração de MALACA deverão fazer prova da sua condição de associado.

A Clínica Oftalmológica Dr. José Henriques e Dra. Filomena Pinto, Lda situa–se na Rua Santos Bernardes,10 B 2560-362 Torres Vedras.

Para mais informações consulte o site da
Clínica Oftalmológica Dr. José Henriques e Dra. Filomena Pinto, Lda
Retinaplus (clinicaoftalmologica.pt)

Projeto CLEC –  Vídeo Final


Conferência do projeto CLEC

Ocorreu, no passado dia 6 de dezembro, o Encontro/Conferência do projeto CLEC

Foi uma tarde de muitas emoções, que teve o seu culminar com a partilha dos resultados das iniciativas desenvolvidas, no âmbito deste projeto, cujo objetivo passava pela promoção de uma cidadania e envelhecimento ativo, aos idosos de Torres Vedras

Entre risos e lágrimas, ouviu-se também o testemunho daqueles que, de uma forma ou de outra, tornaram este projeto possível!

Agradecemos o apoio e participação dos nossos parceiros CNS – Campus Neurológico, Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras e ESCO – Escola de Serviços e Comércio do Oeste.

José Reis Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

José Reis Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras foi um dos oradores presentes na Conferência.

Veja a reportagem na página de Facebook do projeto

6º Encontro Intergeracional

Realizou-se no passado dia 30/11/2022 o 6º Encontro Intergeracional dos Centros Locais de Educação Comunitária. “Recordar é viver” foi o mote de mais uma tarde de partilha e animação entre idosos e jovens. Durante 2h30 tivemos oportunidade de ouvir uma palestra sobre importância da hidratação, jogar ao bingo da alimentação, fazer trabalhos manuais e fazer um desfile de moda! A música fez parte de toda esta tarde onde as gargalhadas se misturavam com as palavras e os mimos que os idosos receberam com as massagens dos jovens da ESCO – Escola de Serviços e Comércio do Oeste.

Agradecemos desde já a participação dos nossos parceiros; CNS – Campus Neurológico, Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras e ESCO – Escola de Serviços e Comércio do Oeste. Um bem-haja à Associação Cultural e Recreativa Desportiva da Abrunheira, da freguesia do Ramalhal que gentilmente nos cedeu o espaço físico.

Veja a reportagem na página de Facebook do projeto

5º Encontro Intergeracional

O 5º Encontro Intergeracional é realizado no dia 18 de novembro, das 14h30 às 17h00, no Pavilhão Gimnodesportivo de Outeiro da Cabeça.

Este encontro vai ser dinamizado com a colaboração do CNS – Campus Neurológico e a Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras.

Aqui, vamos aliar a importância de uma alimentação equilibrada, aos jogos e á sua importância na vida dos mais idosos. Se tem 65 ou mais anos e reside no concelho de Torres Vedras ou se é familiar de alguém com estas características, então estamos à sua espera!

Veja a reportagem na página de Facebook do projeto


28 de Outubro – Dia Mundial da Terceira Idade 

Este dia tem como objetivo chamar a atenção para a situação económica e social da população idosa. As pessoas mais idosas são as que passam mais tempo sozinhas. Muitos idosos vivem em carência económica e isolados dos seus familiares, ao abandono, em lares de terceira idade ou em casa.

Os idosos são pilares no seio da família, eles são responsáveis pela transmissão de valores e de conhecimentos aos mais novos, funcionando como um ponto de equilíbrio familiar, ajudando à criação dos mais novos da família.

Protocolo WIDEX Especialistas em Audição

Esta parceria com a WIDEX tem como principal objetivo a concretização de uma parceria ao nível da prevenção e sensibilização auditiva, das pessoas idosas as do concelho de Torres Vedras, promovendo o envelhecimento ativo, como qualidade de vida dos idosos, e como manter uma atitude positiva, estabelecendo protocolo de cooperação, de autonomia, e prevenção de doença auditiva, assume especial importância nos tempos que vivemos.

Destinado aos Associados e familiares e Colaboradores e familiares da ASSOCIAÇÃO CULTURAL CORAÇÃO EM MALACA – ONGD, permitirá o atendimento nas instalações da WIDEX por especialistas qualificados, com condições especiais para associados e familiares na aquisição de aparelhos auditivos:

  • Desconto de 15% na aquisição de programas de reabilitação auditiva
  • Oferta de plano de proteção durante a garantia dos aparelhos auditivos
  • Desconto de 1O% na aquisição de sistemas de proteção auditiva.

Vantagens não acumuláveis com outras campanhas ou acordos em vigor.

Projeto Espaço

No dia 31 de Julho de 2022, pelas 21h00, ficou estabelecido o Acordo simbólico entre a Associação Cultural Coração em Malaca, invocando o Acordo de Cooperação de Cabo Verde / Malaca, assinado em 2012,celebrando o dia da Cidade 31 de Janeiro, na Cidade Velha de Santiago, inserido no Projeto da Associação (ONGD) “Povos Cruzados, Futuros Possíveis”

Acordo simbólico da entrega da chave de concessão de um espaço a título gracioso do acolhimento dos proprietários, naturais de Cabo Verde, para funcionamento logístico do Projeto CLEC, até dezembro de 2022, no local Amial, freguesia Ramalhal – Concelho de Torres Vedras, Maria Gorette Tavares Cardoso e Euclides da Silva Tavares Cardoso.

Em nome da Direção da ACCM e Gestora do Projeto CLEC, muito se agradece, e enaltece mais uma manifestação da portugalidade.

Luísa Timóteo

Protocolo de Cooperação

Foi assinado a 10 de Junho de 2022, como primeira Outorgante, entre:

 – A ASSOCIAÇÃO CULTURAL CORAÇÃO EM MALACA – ONGD, (Organização não Governal de Apoio ao Desenvolvimento) contribuinte nº 508616107, com sede em Torres Vedras, na Avenida Tenente Valadim nº 17 – 1º andar, 2560-275, representada por Maria Luisa Martins Timóteo, na qualidade de Presidente da Direção e Gestora do Projeto “Centros Locais de Educação Comunitária-CLEC.

– E como segundo Outorgante, a Clinica Dentária GENESIS DENTAL CLINICD-DOTY, Lda, contribuinte nº 514711426, com sede  em Torres Vedras, na Rua dos Bombeiros  Voluntários nº 5 – A, 2560-320, representada por Filipe Miguel Matias da Costa, na qualidade de Gerente.

Uma parceria que visa reforçar a coesão social fomentando uma cidadania e envelhecimento ativos pela integração e envolvimento da população idosa do concelho de Torres Vedras, identificada no Projeto CLEC. Sendo as vantagens do protocolo, aplicadas também ao familiar e colaborador que acompanham a seu cargo os idosos.

  • Oferta da 1ª consulta de avaliação (inclui realização de RX intraoral para avaliação, caso necessário) ;
  • Oferta de uma destartarização anual, no valor de 30,00€ (durante toda a vigência do contrato de parceria) ;
  • 5% desconto em todas as consultas;
  • 5% desconto em todos os planos de tratamento (sujeito a orçamento).

(descontos apresentados incidem sobre os preços de tabela em vigor na Clínica)

Vídeo de Sessão de Apresentação de Projeto CLEC

Publicado a 1/12/2021

Objetivos

Reforçar a coesão social e promover uma cidadania e envelhecimento ativos promovendo a integração e envolvimento da população idosa na comunidade.

Objetivos específicos

  1. Promover os direitos humanos, nomeadamente os direitos da pessoa idosa.
  2. Promover a valorização e respeito pelas pessoas idosas através de campanhas para sensibilizar, informar e educar a população mais jovem para o seu papel na promoção de um envelhecimento ativo e no combate à solidão dos idosos.
  3. Proporcionar um maior apoio e acompanhamento à população sénior valorizando os seus conhecimentos e experiências de vida através da mobilização e sensibilização da população mais jovem para voluntariado.
  4. Reforçar a capacidade de intervenção do promotor através de um diagnóstico e plano de ação.
  5. Avaliar o projeto e a sua implementação para intervenções futuras.

Destinatários

  • População sénior residente no concelho de Torres Vedras;
  • Jovens residente no concelho de Torres Vedras.

Principais atividades

  1. Dinamização e preparação das ações do CLEC:
    • Dinamização e preparação de ações do CLEC através de voluntariado jovem.
    • Capacitação dos voluntários.
  2. Campanhas de cidadania e envelhecimento ativos:
    • Conferência/Evento de lançamento;
    • Vídeo Promocional;
    • Sensibilização nas redes sociais;
    • Artes & Letras Itinerante (viatura com livros e animador social que se deslocará até junto da população sénior mais isolada);
    • Encontros intergeracionais;
  3. Capacitação:
    • Diagnóstico e plano de ação para capacitação da entidade promotora
  4. Avaliação:
    • Avaliação externa do projeto

Publicado a 14/09/2021

Dia 1º de Outubro “Dia do Idoso”

O Projeto CLEC, Centros Locais de Educação Comunitária, comemora no dia 1º de Outubro, a criação do Estatuto do Idoso – Lei nº 10.741,  de 1º de Outubro de 2003  – o Dia do Idoso, pessoa que possui idade igual ou superior a 60 anos, informando e dando conhecimento das necessidades/problemáticas da população idosa, um desafio em PARCERIAS, que deve criar formas de amparar melhores os idosos do Oeste / concelho de Torres Vedras.

Publicado a 01/10/2021

1º Encontro Intergeracional

No passado dia 21, decorreu o primeiro encontro intergeracional, promovido pela Associação Cultural Coração em Malaca – “A Primavera da Vida”,  no âmbito do projeto Centros Locais de Educação Comunitária (CLEC).  Este encontro teve como objetivo não só a integração e o envolvimento de pessoas idosas na comunidade, como também a sensibilização dos jovens para os direitos dos idosos.
 
O encontro “A Primavera da Vida” decorreu no Sporting Clube da Serra, Vila Seca, Freguesia Maxial, das 14h às 17h.
 
Se tem 65 ou mais anos e reside no concelho de Torres Vedras ou se é familiar de alguém com 65 ou mais anos e reside no concelho de Torres Vedras, então estes
encontros são para si!

Veja a reportagem na página de Facebook do projeto

2º Encontro Intergeracional

A Associação Cultural Coração em Malaca, no âmbito do projeto Centros Locais de Educação Comunitária, vem por este meio informar que o 2º Encontro Intergeracional, se realizou no dia 06 de abril de 2022 (4ª feira), na Freguesia da Freiria.

O encontro foi dinamizado pelo nosso parceiro, CNS I Campus Neurológico Sénior, onde a prevenção da saúde foram as palavras de ordem!

Local do encontro: Sala Polivalente da Junta, das 14h00 às 17h00

Se tem 65 ou mais anos e reside no concelho de Torres Vedras ou se é familiar de alguém com estas características, então estes encontros são para si.

Veja a reportagem na página de Facebook do projeto

3º Encontro Intergeracional

A Associação Cultural Coração em Malaca, (ONGD),  no âmbito do projeto Centros Locais de Educação Comunitária-CLEC,  vem por este meio informar que o 3º Encontro Intergeracional foi realizado no dia 21 de junho de 2022 (3ª feira), conforme aprovação em reunião das entidades parceiras do Projeto CLEC.

Local do Encontro: Centro Social Cultural Recreativo e Desportivo do Ameal, das 14h às 17h, freguesia de Ramalhal

O 3º Encontro foi dinamizado pelo nosso parceiro, Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras, em estreita colaboração com o animador sociocultural dos Centros Locais de Educação Comunitária, onde os “Ritmos e Saberes” das nossas gentes deram vida a este momento.

Se  tem 65 ou mais anos e reside no concelho de Torres Vedras ou se é familiar de alguém com estas características da próxima vez não fique em casa.

Veja a reportagem na página de Facebook do projeto


4º Encontro Intergeracional

No passado dia 1, ocorreu o 4º Encontro Intergeracional: “Caminhamos juntos… com a música”.

Foi uma tarde agradável, onde tivemos o prazer de ouvir Cecília Bettencourt ao piano e Reinaldo Maia tocar a sua Gaita de Fole. Ouvimos histórias e celebramos o Dia Internacional do Idoso. O nosso muito obrigado à ESCO – Escola de Serviços e Comércio do Oeste pela dinamização deste encontro e por ceder o espaço para a realização do mesmo.

Veja a reportagem na página de Facebook do projeto